logo.gif (21429 bytes)


Base simbológica do I Ching

A formação dos trigramas

Do Tao, o Princípio Único, emana a dualidade Yin (o princípio ativo) e Yang (o princípio receptivo). É o triângulo da Criação.

 

 trigramas_1.gif (3524 bytes)
Yin e Yang dão origem às manifestações sub-duais, originando os 4 elementos fundamentais da codificação do I Ching trigramas_2.gif (4091 bytes)
Os 4 elementos fundamentais da codificação se combinam 3 a 3 constituindo as linhas-reposta trigramas_3.gif (2589 bytes)
trigramas_5.gif (3751 bytes) trigramas_4.gif (4289 bytes)

 

Os trigramas formados têm cada um seu significado. Veja a descrição de cada um em Os 8 Trigramas.

Trigramas formam os hexagramas

Os 8 trigramas que se formam permitirão formar os hexagramas, através da justaposição um embaixo do outro. O de cima tem o significado genérico de dominância. O de baixo reflete condições básicas.

Vejamos por exemplo o hexagrama 33 (Tun, ou ceder, afastar-se) formado pelos trigramas Ch'ien acima e Ken abaixo. Ch'ien representa o céu, aquilo que é forte, masculino e ativo. Ken representa a montanha, a imobilidade, aquilo que é duro e obstinado. Tun simboliza então montanhas abaixo do céu. Seus trigramas componentes indicam retirada para um local solitário, quando as circustâncias são favoráveis. A interpretação genérica de Tun é a de que a persistência em pequenas coisas traz vantagens. Sob Tun o sucesso é precisamente do tipo que resulta em ceder.

Veja quais são os 64 hexagramas.